HK Kim, presidente da Samsung Electronics, apresenta durante apresentação da empresa na CES 2018 (Foto: Helton Simões Gomes/G1)

A Samsung apresentou nesta segunda-feira (8) uma TV gigante, de 146 polegadas, com micropainéis de LED e uma integração do Bixby, o assistente pessoal dos smartphones da linha Galaxy, com a plataforma das smart TVs.


Essa combinação é a principal aposta da sul-coreana para entrar de vez na onda da inteligência artificial dentro da casa dos consumidores.

Mais cedo a LG anunciou sua própria plataforma para não só tornar TVs inteligentes mas permitir que elas “conversem” com eletrodomésticos. A concorrente direta da Samsung também fechou uma parceria com o Google, para que seu assistente também possa ser acionado nos televisores.

As novidades foram apresentadas durante a CES 2018, a maior feira de tecnologia do mundo, que ocorre em Las Vegas (EUA).

Inteligência artificial

Criada para ser o assistente pessoal dos smartphones da Samsung, a Bixby vai passar a funcionar também nas TVs.

Ela receberá comandos de voz para executar tarefas associadas aos aplicativos instalados na TV, como, por exemplo, listar canais, buscas vídeos no YouTube e responder perguntas mais complexas como mostrar filmes com a Jennifer Lawrence.

As solicitações serão faladas diretamente para o controle remoto, como se ele fosse um microfone.

Mas também servirá como um centro de comando para todos os eletrodomésticos conectados da casa. Será possível pedir para a Bixby mostrar na tela TV o que há dentro da geladeira ou compromissos agendados para um determinado dia.

Isso só será possível praias a uma integração entre Bixby e o SmartThings, o sistema que funciona como “cérebro” das TVs da Samsung.

Segundo a Samsung, o primeiro passo para que seus eletrodomésticos sejam mais espertos já foi dado. Nove em cada dez de seus produtos (TVs, eletrodomésticos, smartphones e tablets) já possuem alguma capacidade de internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), afirmou Tim Baxter, CEO Samsung da América do Norte.

A empresa ainda usou a plataforma SmartThings para criar um Guia Universal, que permite fazer buscas por vídeos, séries, shows e filmes em todos nos de todos os aplicativos instalados na TV.

‘The Wall’

Para criar a TV gigante, que, não por acaso chamada de “The Wall”, a Samsung desenvolveu uma tecnologia de micropainéis de LED. A TV, na verdade, é um combinação de várias telas menores, que também podem ser usadas individualmente.