Presidente Temer recebeu a bancada federal potiguar nesta terça (16), em Brasília (Foto: Alan Santos)

Após reunião com o governo federal na tarde desta terça-feira (16), em Brasília, o governador Robinson Faria diz ter recebido do presidente Michel Temer a garantia do repasse de R$ 420 milhões para investimentos nas áreas de saúde e segurança do Rio Grande do Norte. O dinheiro, no entanto, não pode ser usado para o pagamento de salários de servidores. Parte da bancada federal potiguar participou do encontro.



Segundo o governo do RN, a transferência do valor seguirá o trâmite processual legal, e se dará por meio de convênios e programas já existentes no orçamento federal.

Crise financeira

Robinson Faria aguarda aprovação do pacote fiscal, que visa reequilibrar as contas do estado, na Assembleia Legislativa. “E nós estamos fazendo a nossa parte. Estamos aguardando a aprovação, na Assembleia Legislativa, do ‘RN Urgente’, pacote de medidas necessário para que coloquemos nossas despesas dentro das receitas”, disse o governador.

Entre as medidas (são 15 projetos de lei e 3 medidas provisórias), existe uma que prevê a ampliação da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%, além da limitação da aposentadoria ao teto de R$ 5.531,31. Os servidores públicos do estado são contrários às matérias.

Participaram da reunião no Distrito Federal, o presidente Temer, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, e o ministro de Planejamento Dyogo Oliveira. Da bancada federal, compareceram os senadores Garibaldi Alves e José Agripino e os deputados federais Fábio Faria, Betinho Rosado, Rafael Mota e Walter Alves.