© Reprodução/RBSTV

reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, foi encontrado morto nesta segunda-feira (2) no vão central do Beiramar Shopping, em Florianópolis (SC). A Polícia Civil afirmou que ele carregava a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um bilhete.

“Eu decretei a minha morte no dia da minha prisão pela Polícia Federal”, dizia o texto.

De acordo com o ‘Metrópoles’, Cancellier foi preso no 14 de setembro no âmbito da Operação Ouvidos Moucos. O reitor afastado foi acusado de tentar obstruir investigações internas na instituição sobre irregularidades no uso recursos para o Ensino a Distância (EaD).

Ainda nesta segunda, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) publicou uma nota de pesar sobre o falecimento.

“É inaceitável que pessoas investidas de responsabilidades públicas de enorme repercussão social tenham a sua honra destroçada em razão da atuação desmedida, onde se confunde aplicação da lei com humilhação por meio da lei”, diz o texto.

Confira a nota completa: