Professora é condenada por esbofetear aluno

Sentença de um ano de reclusão foi divulgada neste sábado (28), pelo Ministério Público do país

186
© Pixabay

Um ano depois de agredir um aluno de 15 anos com tapas no rosto, uma professora foi condenada a um ano de reclusão no Paraguai. A sentença foi divulgada neste sábado (28), pelo Ministério Público paraguaio. A agressão foi cometida no Centro Educativo San Sebastián da Cidade Universitária de San Lorenzo, próxima da capital, Assunção.

A professora, que também é proprietária da escola, agrediu o jovem porque ele estava sentado com a namorada no pátio. A ação foi denunciada pelos pais do estudante ao Ministério da Educação.

A agressão foi comprovada no julgamento e a docente foi condenada por por maus-tratos a crianças e adolescentes sob tutela. Segundo a Coordenadoria pelos Direitos da Infância e da Adolescência (CDIA) do Paraguai, a bofetada levada pelo aluno de San Lorenzo não é isolada.

Dados de janeiro deste ano revelam que 6 em cada 10 crianças e adolescentes paraguaios já sofreram algum tipo de violência vinda cometidas por alguém próximo.