A Prefeitura Municipal de Umarizal (PMU), através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), fechou com o projeto Amigo do Peito, a permanência da unidade móvel da entidade por mais um dia em Umarizal. Com isso, mais 80 mamografias deverão ser realizadas nesta sexta-feira, 19, terceiro dia de realização de exames no município.

A alta procura pelo exame levou a gestão à viabilizar a realização de mais um dia de mamografias gratuitas, segundo explica o secretário municipal de Saúde Ubiratan Paiva. “Em Umarizal, nós temos uma demanda de mamografias muito alta. A gente fechou dois dias com 160 mamografias. Hoje, vendo o tamanho da fila e vendo que já iria ficar mais de 60 pessoas de fora sem fazer, nós buscamos e viabilizamos a permanência por mais um dia. E se for necessário mais um dia, a gente vai tentar fechar o sábado também”, informou o secretário.

Ontem a tarde, a prefeita Elijane Paiva visitou o caminhão dos exames estacionado ao lado do bosque municipal. Hoje pela manhã quem visitou e conversou com as mulheres na espera para realizar o exame foi o vice-prefeito Raimundo Dias.

“A gente sabe as dificuldades que muitas mulheres têm para ter acesso a esse exame, então a Secretaria de Saúde trouxe essa empresa beneficiando 160 mulheres. Agora, com o aumento de mais um dia, mais de 200 mulheres vão realizar o exame de graça”, comentou Raimundo.

Segundo Ubiratan, a gestão já fechou parceria para retornou da unidade móvel do Amigo do Peito em outubro. “Em outubro eles retornam novamente durante o Outubro Rosa para passar mais alguns dias aqui. Nessa segunda vinda nós queremos beneficiar não só as pessoas de 50 aos 69 anos, mas também o pessoal mais novo”, contou o secretário de Saúde.

Para fazer o exame, as interessadas devem procurar a SMS com o cartão do SUS, documento de Identidade e comprovante de residência.

O caminhão ‘Amigo do Peito’ é uma unidade móvel dotada de equipamentos modernos que realiza exames de mamografia de forma gratuita. O projeto visa garantir rapidez e qualidade no acesso ao exame, conscientizando as mulheres quanto à importância do diagnóstico precoce.