A fachada era de uma clínica de massagem, mas, na verdade, era um ponto de prostituição. A polícia recebeu uma denúncia de uma das meninas exploradas e prendeu a cafetina responsável pelo local.