© Tânia Rêgo Agência Brasil

A Polícia Federal dará início nos próximos dias às atividades de um grupo especial formado para combater as chamadas “fake news” durante o processo eleitoral. O objetivo é identificar e punir autores de notícias falsas que favoreçam ou denigram candidatos.

Segundo a Folha de S. Paulo, o grupo será composto por técnicos da PF, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Procuradoria-Geral da União (PGR).

Além da equipe, a Polícia Federal quer sugerir a criação de uma legislação específica para as “fake news”, de modo que a prática seja devidamente tipificada e as penas definidas – no momento, há dúvidas sobre qual o limite para ações policiais que nesses casos envolvam, por exemplo, buscas e apreensões.