Foto: Reprodução/Facebook - 6/8/2017

Descobrir que o cara pelo qual você se apaixonou traiu todas as ex-parceiras pode ser algo bem frustante. Mas, a reação de Terri Ellwood ao se deparar com o passado infiel de Lee Blackley pode ser considerada um ponto fora da curva.

De acordo com o The Sun, o engenheiro de 30 anos conheceu a lojista de 26 por meio do site de relacionamentos “Plenty of Fish”. Já no primeiro encontro, Terri ficou encantada com Lee, mas o que ele revelou sobre o passado foi chocante para ela.

Ele contou que foi infiel com todas as namoradas que já teve e ainda admitiu manter um telefone secreto para organizar os contatinhos!.

“Eu realmente gostei de Lee e estava devastada quando descobri que ele havia traído toda parceira anterior”, contou Terri. Apesar de não saber como isso iria funcionar, ela resolveu dar uma chance ao rapaz.

O casal vive na cidade de Lowestoft, na Inglaterra, e começou a namorar em abril de 2015. Seis meses depois, Terri recebeu uma ligação de Lee perguntando o que ela achava dele levar alguém para casa com o intuito de fazer um trio.

“Eu queria que Lee fosse feliz e eu sempre tive a mente aberta, mas a ideia de estar com mais alguém me deixou nervosa”, explica. Apesar disso, o casal discutiu como as coisas iriam funcionar e com quem. No fim, Terri ficou curiosa com a ideia.

Na noite seguinte, Lee mostrou para Terri um site de swing, onde eles poderiam encontrar o terceiro elemento. Quando acharam uma mulher atraente, ela conta que estava ansiosa para enviar uma mensagem.

Três semanas depois, eles encontraram a moça em um hotel. Terri diz ter ficado aterrorizada com a possibilidade de Lee gostar mais da convidada do que dela. Mas, depois de conversarem e até flertarem, as coisas rolaram com maior naturalidade.

“Quando fomos para casa Lee e eu ficamos até tarde falando sobre isso — o que nós gostamos e o que não fizemos.” Após a primeira experiência, o rapaz começou a trazer mais pessoas para o relacionamento deles.

“Nós nos inscrevemos em sites de swingers para conhecer outros casais e, alguns meses depois, tivemos nosso primeiro quarteto. Foi tão emocionante quanto a primeira vez”, descreveu Terri.

Hoje, o casal participa de festas de swing a cada seis semanas, sempre com o uso de preservativos.  “Agora eu sou uma feliz swinger com o Lee, e estou segura de saber que ele nunca trairá — a menos que eu esteja no mesmo quarto”.

“A maior parte disso é feita online. Escolhemos juntos. Se um de nós não gosta deles, então nós temos uma regra onde podemos vetá-los”, esclarece Lee.

O engenheiro acrescenta que eles só podem conhecer gente nova quando estão juntos. “Eu não ficaria bem com Lee encontrando alguém por conta própria. Eu consideraria isso traição”, completa Terri.

Outras regras estipuladas pelos dois são a de não beijar as pessoas com quem se relacionam e não encontrar ninguém na casa onde moram. “O sexo com apenas nós dois ainda é o mais importante para mim”, pontua Terri.

Eles ficaram noivos no final de 2017 e planejam se casar em outubro. “Quando conheci Terri, soube que ela era a única para mim”, declarou Lee. “Eu amo compartilhar meu homem com outras mulheres, mas agora sei que sou eu quem o leva para casa”, diss Terri.