A dona de casa Luciene da Silva, de 35 anos, foi detida suspeita de colocar fogo na própria casa após brigar com o marido, na segunda-feira (25), emJataí, na região sudoeste de Goiás. De acordo com a Polícia Militar, esta é a terceira vez que a mulher coloca fogo nos próprios móveis. O Corpo de Bombeiros foi acionado para combater as chamas e evitar que o incêndio atingisse a vizinhança.



Segundo o cabo Ernando Filho, a mulher relatou que despejou gasolina no sofá e em algumas roupas de cama, tendo ateado fogo em seguida. “Já não é a primeira vez que ela incendeia o imóvel deste indivíduo. O indivíduo, não sei nem como que eles continuam com ela, porque já é a segunda, terceira vez que ela faz isso”, afirmou.

O caso ocorreu na tarde de segunda-feira, na Rua 4, no Setor Epaminondas, em Jataí. Segundo a PM, quando os policiais chegaram ao local encontraram a mulher sentada dentro da residência e perto das chamas. Ela foi retirada da casa, por conta do risco de explosão. Minutos depois os bombeiros chegaram e controlaram o incêndio.

Mulher foi presa e autuada por provocar o incêndio, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Mulher foi presa e autuada por provocar o incêndio, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

“Queimou o telhado, tinha pouca mobilha no interior dela. A nossa preocupação era evitar que as chamas passassem para a residência maior”, contou o subtenente Lourival Rodrigues.

Segundo a corporação, Luciene foi levada para a delegacia e autuada por causar incêndio, expondo perigo a vida, a integridade física ou ao patrimônio. A pena para este tipo de crime é de três a seis anos de prisão, além do pagamento de multa.

Bombeiros temiam que fogo atingisse casas vizinhas, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Bombeiros temiam que fogo atingisse casas vizinhas, em Jataí (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)