Com a adulteração, o caminhoneiro transformou a letra 'I' em 'E' e o número '3' em '8' (Foto: PRF/Divulgação)

O motorista de um caminhão que usou creme dental para adulterar as placas do veículo foi preso neste sábado (13) na BR-116, em Campina Grande do Sul, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), no Paraná.



Aos agentes, o condutor, de 33 anos, disse que cometeu o crime para não pagar pedágio utilizando os sistemas de via rápida e para não ser identificado caso a placa do caminhão fosse registrada pelas câmeras de monitoramento das concessionárias das rodovias por onde passaria.

Com a adulteração, o caminhoneiro transformou a letra ‘I’ em ‘E’ e o número ‘3’ em ‘8’.

A pena para o crime de adulteração de sinal identificador de veículo varia de três a seis anos de prisão.