Marcelo Rezende morreu no dia 16 de setembro Reprodução/Record TV

O Domingo Espetacular deste dia 1º de outubro apresentou o tratamento alternativo adotado pelo apresentador Marcelo Rezende, que morreu no dia 16 de setembro, aos 65 anos, em decorrência de um câncer no pâncreas que deu metástase no fígado. Batizado por ele de “Farmácia de Deus”, o procedimento é ministrado pela médica ginecologista Katia Yuri Nakazone e custava quase R$ 30 mil por semana.

A médica é aluna de Lair Ribeiro, escritor de sucesso que vendeu milhões de livros de auto-ajuda. O médico fez carreira dando palestras, cursos e consultorias. Atuou em pesquisas na Universidade de Harvard. Em uma entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, se compara a grandes gênios da humanidade.

A reportagem do Domingo Espetacular procurou o médico Lair Ribeiro, mas ele não quis gravar entrevista. Em maio deste ano, o médico se encontrou com Marcelo Rezende e no primeiro encontro ele afirmou que até setembro o apresentador estaria curado do câncer.

O médico nega que tenha participado do tratamento de Marcelo Rezende, mas a reportagem apurou que só entre os dias 28 e 30 de agosto o Lair Ribeiro e o apresentador quatro vezes.

Rezende se comunicava com frequência com Katia Nakazone e em boa parte da comunicação é possível notar a presença de Lair Ribeiro, que apesar do currículo não pode clinicar, dar consultas ou prescrever receitas no Estado de São Paulo.

 A última mensagem entre Rezende e Katia Nakazone foi uma cobrança financeira da médica.

Marcelo foi internado no Albert Einstein quando descobriu a doença, fez quimioterapia e ouviu que a chance de recuperação era de 1% — por isso procurou o método alternativo. A prática adotada por Lair Ribeiro não convence oncologistas que pedem atenção ao charlatanismo.

Assista ao vídeo: