Foto: Reprodução/Facebook

Alguns invadem para roubar dinheiro; outros invadem para roubar objetos; Christopher Zahyeer Atkins, 25, invadiu para roubar a arte de acreditar em si mesmo. DATTEBAYO!

Atkins, de Altamonte Springs, Florida, foi preso de madrugada, enquanto roubava uma loja de conveniências em Dunwoody, Georgia. “A empresa de alarmes afirma ter visto um suspeito na câmera, arrombando a entrada do local”, disse a polícia de Dunwoody no Facebook.

Atkins admitiu ter roubado a loja, mas a justificativa dele é bem incomum. Ele disse que estava lendo o volume 5 de Naruto, porque estava aprendendo a se tornar um ninja. Além do mangá de Naruto, ele acabou roubando 10 livros, 10 DVDs, um aparelho de DVDs, um tablet, fones de ouvido Bluetooth, dinheiro, um relógio e uma sacola de livros.

Ele acabou na cadeia, sob a suspeita de roubo em primeiro grau. Suspeito é o nome que se dá a qualquer réu que não tenha sido julgado. Não tem relação com a polícia, mas sim com o julgamento, que obviamente não é feito pela polícia.

Quando não está cometendo crimes relacionados a anime, Atkins é um dançarino profissional, que viajou por vários estados dos EUA para mostrar sua performance. Não se sabe o que levou Atkins a cometer um crime tão idiota, afinal a carreira dele está indo bem. E não é a primeira vez: em 2016, o cara foi preso por invasão de segundo grau. Felizmente, foi questão de pagar uma fiança e voltar à vida otaku.