Ojuiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, cumprimentou o papa Francisco nesta quarta-feira (27), durante sua audiência geral no Vaticano. O encontro durou poucos segundos, como é de praxe após as audiências semanais de Francisco, quando ele saúda autoridades e fiéis presentes na assembleia.

Em entrevista à “Globo News”, Bretas contou que pedira ao Papa para ele continuar com seu discurso anticorrupção. No vídeo exibido pela emissora, o Pontífice apenas ouve o juiz e o abençoa.

Bretas é responsável pelos casos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro e diz ter sido alvo de diversas ameaças de morte. Ele decretou a prisão de pessoas como o ex-governador Sérgio Cabral e os empresários Eike Batista e Fernando Cavendish. (ANSA)