Divulgação

Uma história bizarra causou espanto na província de Zheijang, China. Wang Qi, 40 anos, conheceu um rapaz pela internet, mas não deu muita bola. Algum tempo depois, o homem começou a conversar mais com ela até que decidiram se encontrar. O romance tornou-se então uma paixão, e os dois ficaram seis meses juntos.


Logo depois, tudo acabou. O parceiro acabou saindo de casa e abandonando Wang. Ele parou de responder telefones e mudou todos os nomes nas redes sociais. A mulher ficou com uma dívida de quase R$ 150 mil. Devastada, segundo o site Giadinh.net, procurou ajuda de um detetive amador.

O profissional descobriu que ele era, na verdade, ela. Na identidade do, até então, rapaz constava o sexo feminino. Os pais da golpista foram encontrados que se tratava de uma mulher e que ela sempre se vestia de homem.

Wang ficou em choque com a descoberta e, mesmo tendo feito sexo com o golpista, nunca descobriu que se tratava de uma mulher. A vítima ainda disse que sempre que as duas saíam, ela usa o banheiro masculino. Agora, Wang vai entrar na Justiça e pedir uma compensação financeira.