Grávida assassinada por vizinhos faria o parto no dia 20 de setembro. (Fotos: Reprodução Facebook)

Uma jovem grávida de 22 anos foi assassinado por seus vizinhos e teve seu bebê roubado em Fargo, Dakota do Norte, nos Estados Unidos da América. Savanna LaFontaine-Greywind estava com oito meses de gestação e  desapareceu em agosto sem deixar pistas.

Segundo a mãe da vítima, Norberta Greywind, Savanna foi até o apartamento de seus vizinhos, no mesmo prédio, para ajudar em um projeto de costura. Ela serviria de modelos para o casal de costureiros na produção de um vestido. Oito dias depois seu corpo foi encontrado perto de um rio, enrolado em um plástico, pendurado em um tronco e sem o bebê na barriga.

Durante as revistas na procura da desaparecida, ainda antes de seu cadáver ser descoberto, foi encontrado um bebê recém nascido no apartamento dos mesmo vizinhos. A polícia ainda está confirmando a identidade, mas os próprios criminosos confessaram ser a filha da vítima e o pai da criança já forneceu sangue para exames de DNA.

Brooke Lynn Crews e William Henry Hoehn estão presos, entretanto, ainda existem poucos detalhes divulgados sobre o caso. De acordo com entrevista concedida pela polícia ao jornal americano The Washington Post, eles trabalham com a hipótese de um sequestro fetal: forçar a grávida a dar à luz ou extrair à força o feto da mãe. Ainda não é de conhecimento público a causa de tamanha atrocidade.

Brooke Lynn Crews e William Henry Hoehn estão presos: