© Ricardo Stuckert / Divulgação

caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou por Maricá (RJ), na noite dessa quarta-feira (6), única cidade desta etapa da viagem administrada pelo PT. A comitiva já esteve, desde o dia 4 de dezembro, nos municípios de Vitória e Cariacica, no Espírito Santo, além de Campos, no Rio.

Ontem, no evento em praça pública que, segundo o partido, reuniu cerca de 10 mil pessoas, Lula contou com a presença da ex-presidente Dilma Rousseff no palanque.

Em seu discurso, ela falou sobre as pesquisas de intenção de voto divulgadas nos últimos meses, em que o petista aparece em primeiro lugar, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro.

“Estão querendo tirar o Lula do processo eleitoral, porque eles não têm ninguém para concorrer contra ele. Para mim, inventaram as pedaladas; para ele, um processo sem crime”, afirmou a ex-presidente.

Dilma, conforme lembra o portal Uol, sofreu impeachment em agosto de 2016, sob suspeita de crime de responsabilidade. Já Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo que investigou a compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Ele recorreu da decisão e aguarda em liberdade.