Reprodução

Uma semana depois de sentir algo em seu olho, uma mulher de Oregon (EUA) agarrou o verme translúcido de um centímetro de comprimento. Isso não estava sozinho. O artigo cita o caso de uma mulher de 26 anos dos EUA, que em 2016 enquanto pescava, detectou um verme de 1,3 centímetro em seu olho. Com incessantes dores de cabeça e inflamação do olho, ela foi ao médico. Após 20 dias, eles extraíram da sua conjuntiva 14 parasitas de Thelazia. O ocorrido somente foi publicado em 12 de fevereiro de 2018.


Nota-se que a longa permanência de tais vermes no olho humano pode prejudicar a córnea e causar cegueira. Contudo, após a extração dos vermes, a mulher não sentiu mais dores.

Posteriormente, os especialistas do centro de controle e prevenção de doenças dos EUA estabeleceram que os vermes pertencem à classe Thelazia gulosa, que antes havia sido detectada apenas em animais, incluindo gatos, cachorros, raposas e gados.

Os pesquisadores acham que os parasitas caíram nos olhos da mulher por causa de moscas Musca autumnalis que se alimentam de secreções que ficam em torno dos olhos, boca e narinas de animais. Com informações Sputnik News Brasil.